Projeto AMO AMAMENTAR

Amamentar é um ato de amor, renuncia, persistência e entrega...

O projeto AMO AMAMENTAR tem como objetivo mostrar que mesmo enfrentando muitas dificuldades, a amamentação pode mais do que nutrir o bebê, contribuir para criação de vínculo ainda mais forte entre mamãe e filhinhos.

Mamãe: Daniela Moreira, 27 anos, Psicóloga

Bebê: Helena, 10 meses


A amamentação para mim foi tranquila, pois sempre estudei bastante sobre o assunto, claro que os primeiros dias damandam uma adaptação, pois é um universo completamente novo e diferente. Talvez a maior dificuldade tenha sido a falta de apoio de alguns profissionais da área da saúde, que por muitas vezes tentam desencorajar o ato de amamentar. Mas estamos aqui firmes e fortes sabendo o que o leite materno é o alimento mais completo para o bebê.


Amamentar nem sempre é tranquilo, pelo contrário, muitas vezes se torna cansativo, no entanto saber que sou capaz de alimentar minha própria filha me faz seguir em frente e continuar até quando for confortável para nós duas. O vínculo afetivo que a amamentação cria faz com que todo o restante se torne pequeno, e é isso que tenho como principal incentivo.

Mamãe:Cintia, 26 anos, atendente

Bebê: Bento, 5 meses, bezerrinho...rss


Graças a Deus e ao apoio de meu esposo David e família, minha rede de apoio, não tive problemas com a amamentação.

Nos primeiros dias Bento ainda era um pouquinho preguiçoso, mal abria a boquinha para mamar, mas com paciência e persistência tudo fluiu bem.


Amamentar sempre foi meu sonho, ser nutriz pro meu bebê me enche de alegria e orgulho de nós dois, dessa experiência única que vivemos.

É um ato de doação e entrega, não é fácil, por muitas vezes cansativo, mas cheio de satisfação também. O olho no olho com o bebê, seus carinhos e gargalhadas enquanto mama...

Aquela sensação de "olha o que eu e meu corpo podemos fazer!".

Mamãe: Indiara, 38 anos, Empreendedora

Bebê: Alandrey Gabriel, 7 meses


Senti dor nas primeiras mamadas, o que é bem normal kkkk


Minha experiência foi maravilhosa, estou tendo o privilégio de amamentar pela segunda vez,minha primeira filha, hj com 14 anos,mamou até quase 2 anos,nunca adoeceu🙏pretendo fazer o mesmo com o meu filho.Os dois mamaram exclusivamente até os 6 meses e em livre demanda.

Amo amamentar 💖💙

Mamãe:Rafaela Couto, 32 anos, dona de casa

Bebê : Clara Melissa, 2 meses


Sobre amamentar ...

Dói ..dói muito kk machuca por muitas das vezes a gente pensa em desistir isso juntando a noites mal dormidas pois amamento por livre demanda, mas olhar esse sorriso e esses olhinhos satisfeitos não tem preço.


Amamentei a minha filha mais velha, até ela por si desistir confesso que quem chorou fui eu.

foi como se tivesse cortado um dos elos que ligavam ela a mim, e agora depois de 8 anos estou eu aqui dnv e mesmo assim não estou pronta pra tal momento com a mel vou deixar que ela mesmo resolva parar . sentir essa conexão com um filho é mágico são momentos que nenhuma palavra Conseguiria explicar

Mamãe: Lucimar Torres, 34 anos, auxiliar administrativo

Bebê: Maria Antônia, 4 meses


No início senti muito dor pois não tinha bico no peito e a pegada da Maria Antônia era difícil a boca dela era pequena ela nasceu prematura ela tinha dificuldade. O meu bico ficou machucado .Tive ajuda de uma consultora em amamentação que me ajudou. Hoje eu não sinto nada , muito bom poder amamentar minha filha e um vínculo imensurável 😍😍

Mamãe: Drielly, 28 anos, Advogada

Bebê: Pedro Henrique, 2 meses


Nos primeiros 7 dias de vida do Pedro tivemos muita dificuldade, porque ele não conseguia fazer a sucção em razão de o meu mamilo ser plano. Mas continuei oferecendo e aplicando as técnicas que me foram passadas pelas enfermeiras do hospital Santa Isabel, e aos poucos ele foi pegando. No primeiro mês era bem dolorido quando ele fazer a primeira pega, mas hoje já não sinto mais dores e não temos mais dificuldades com a pega.


A experiência da amamentação é única. Tenho um vínculo com meu filho que nenhuma outra pessoa pode ter. Alguns dias são cansativos, mas é reconfortante saber que estou nutrindo meu pequeno.

Mamãe: Sabrina Araújo, 28 anos, Babá

Bebê: Theo, 1 mês


No primeiro momento meus seios feriram, meu leite empedrou.


Pra mim a amamentação é um vínculo unico entre mãe e filho, um moemnto de entrega em muito amor. 

Amamentar é alimentar uma vida.